(11) 98136-0345
  Login: Facebook - 4any1 Instagran - 4any1
  Acesso planilhas, fichas de musculação e avaliações para clientes 4any1

4any1 - Notícias

"Meu Ventrículo Esquerdo e a Corrida" - corrida
18/07/2022

O Meu Ventrículo Esquerdo e a corrida Aulus Sellmer O exercício físico regular e sitemático altera a aparência e o funcionamento do coração humano. Ao escolher um esporte, algumas adaptações precisam ser feitas pelo treinador. Inclusive, adaptações de intensidade dentro da própria modalidade. Na corrida, por exemplo, temos de lidar com treinos de maior intensidade ou mais leves e longos. No geral, o coração se adapta ao esporte praticado, tendo mais dilatação das suas cavidades e hipertrofia de suas paredes e mais bradicardia (menos batimentos por minuto), dependendo do tempo e intensidade do treinamento. O ventrículo esquerdo, em particular, é a parte mais alterada por influência do exercícios físico. Essa câmara do coração recebe sangue rico em oxigênio dos pulmões e o bombeia para o resto do corpo, usando um movimento vigoroso de contração e relaxamento, como se fosse uma esponja espremida antes de voltar à forma. A corrida e a natação requerem grande quantidade de oxigênio para ser fornecida aos músculos em atividade, exigindo muito do ventrículo esquerdo. Em resposta, essa parte do coração se torna maior, mais elástica e mais forte do que em pessoas sedentárias. Além disso, funciona com mais eficiência, preenchendo-se com sangue de forma mais rápida em cada batimento cardíaco. Porém, há uma diferença entre os corações de corredores e nadadores. O ventrículo esquerdo de quem corre enche e relaxa mais rápido. Em teoria, essas diferenças devem permitir que o sangue se mova de volta aos corações dos corredores mais rapidamente, porém isso não significa que funcionam de forma mais eficiente. Como os nadadores se exercitam em posição horizontal, seus corações não precisam lutar contra a gravidade para levar o sangue de volta ao coração, ao contrário dos corredores verticais. Já os ventrículos esquerdos dos remadores possuem maior massa muscular do que corredores e nadadores, pois é um esporte de muita potência. A figura deixa bem clara a intensidade do funcionamento do coração de um remador. Tanto a Contração Voluntária Máxima (CVM), de predomínio anaeróbio, como o VO2 Máximo, predomínio aeróbio, estão trabalhando em alta intensidade. No caso da corrida, perceba como ela de fato tem diversas adaptações de acordo com a sua intensidade – tiro, meia distância e maratona possuem todos CVMs e VO2 Máximos em diferentes posições. Podemos dizer que o coração de um corredor de meia distância é um pouco mais forte do que os de curta e longa, já que possui um CVM moderado e um VO2 Máximo mais intenso. Por isso, não só as diversas modalidades esportivas precisam de suas adaptações, mas também dentro da própria modalidade o coração precisa ser treinado de forma diferente. As adaptações influenciam na massa muscular do coração, capacidade de enchimento do ventrículo esquerdo, espessura das camadas das respectivas câmaras, velocidade do impulso nervoso e uma série de ajustes que todos nós precisamos saber no momento de escolhermos determinadas formas de treinar. Quando for montar seu treino de corrida não se esqueça de todos esses fatores importantes para que seu coração funcione bem agora e, principalmente, lá na frente quando estiver mais velho. Bons treinos!

................................................................................................................................................................... Topo | Voltar
 

4any1 Assessoria Esportiva - Todos os direitos reservados.
Rua Manuel da Nóbrega, 1624 - Paraíso - CEP 04001-005 - São Paulo/SP
Email: 4any1@4any1.com.br | Fone: 11 (11) 98136 0345

Desenvolvimento

Acesse nossas redes sociais