(11) 98136-0345
  Login: Facebook - 4any1 Instagran - 4any1

4any1 - Notícias

TENIS QUE BATEM RECORDES - Geral
14/01/2021

Difícil, mas vamos tentar esquecer um pouco a pandemia do novo corona vírus e focar em nosso mundo da corrida para abordar um acessório fundamental: o tênis. Atualmente, a bola da vez é o modelo com placa na entressola, podendo ser feita de carbono ou de nylon. Não sei se você sabe, mas todos os recordes de maratona, meia maratona, 15km, 10km, 5km e provas de pista como, 10.000m e 5.000m são algumas das marcas que caíram nos últimos dois anos (antes pandemia). O que elas têm em comum é que seus conquistadores usaram este novo modelo com placa na entresola. E aí que surge a questão. Será que isto aconteceu pelo surgimento deste novo modelo com muita tecnologia por tras, ou por uma incrível evolução da ciência do esporte que não para de apresentar novos métodos de treinos e formas de superaração do corpo humano frente aos recordes a serem batidos? A grande maioria das marcas já disponibiliza tênis de corrida em larga escala para qualquer corredor ou corredora comprar e usufruir dessa tecnologia e, assim, “voar baixo” para bater seus recordes pessoais ou “PRs”. Mas esse tipo de calçado influencia mesmo em nossa performance? A resposta é sim, influencia. Estudos científicos mostram que a combinação do novo material de espuma e a placa curva, faz um corredor “experiente” atingir o mesmo ritmo usando menos oxigênio e movimentos do corpo. Como consequência, é capaz de correr mais rápido antes de chegar aos seus tetos fisiológicos. Calcula-se algo em torno de 2% a 4% em termos de ganho no tempo final. Ou seja, se você completa 42km em 3 horas, você terminaria a prova com cerca de 3 a 7 minutos antes. Se os seus 10k são percorridos em 50 minutos, com esse modelo de tênis, você fecha a prova entre 1 a 2 minutos antes. Pouco, mas pode significar a quebra de um recorde pessoal. Agora, se pensarmos em nível profissional, por exemplo, na Maratona Internacional de São Paulo é a diferença entre o 1º e o 9º colocado na categoria masculina, e da 1ª a 6ª posição, na categoria feminina. Se, entre todos competidores, somente os atletas que terminaram em 6º e 9º, nas respectivas categorias, corressem com esses tênis, poderiam chegar em primeiro lugar. Essa diferença percentual é tão grande que se torna decisiva para o resultado de uma prova. Atletas que chegam em primeiro não seriam mais os melhores do ponto de vista fisiológico e psicológico. Essa mesma situação aconteceu com as roupas de borracha na natação, que hoje estão banidas do esporte. Recordes devem ser batidos e medalhistas de ouro devem ser forjados de forma que obedeça a escala de tempo e evolução fisiológica do ser humano, e não por causa de um acessório mágico, como o tênis com placas tecnológicas. Talvez a mesma reflexão deve ser feita para a quebra dos nossos recordes pessoais. O minuto a menos deve ser creditado à minha evolução fisiológica dos treinos ou ao calçado? Por outro lado, é um equipamento que torna minha corrida mais eficiente e preserva bons aspectos da minha saúde, portanto, vale o investimento ou não? Uma grande dúvida que invade a cabeça de nós corredores! E cada um tem a sua maneira de enxergar esta situação. No final das contas, acredito que o importante na escolha do calçado para a corrida é a qualidade dos materiais, conforto para os pés e menor chances de lesão, algo que queremos manter o máximo de distanciamento possível.

................................................................................................................................................................... Topo | Voltar
 

4any1 Assessoria Esportiva - Todos os direitos reservados.
Rua Manuel da Nóbrega, 1624 - Paraíso - CEP 04001-005 - São Paulo/SP
Email: 4any1@4any1.com.br | Fones: 11 3885.8069 / 3887.8906

Desenvolvimento

Acesse nossas redes sociais